16/03/2017 _Segunda Parte - Pesquisa de Mercado
Segunda Parte - Pesquisa de Mercado

Ainda falando das pessoas que nunca são entrevistadas. Você já deve ter visto na divulgação de pesquisas eleitorais, que são entrevistadas em torno de 2.000 pessoas. Arredondando, a população brasileira tem 200 milhões de habitantes, como são feitas 2.000 entrevistas, significa que a cada 100 mil habitantes, uma pessoa é entrevistada. Isto não implica que os resultados apresentem erros.

Pesquisa de mercado não é uma ciência exata e isto acontece principalmente porque as informações dependem da opinião das pessoas. As pessoas mudam de opinião pelo seu humor na hora da entrevista ou, por estarem com pressa ou, por estarem com algum problema e dezenas de outros motivos.

Nas eleições municipais de 2012, em Joinville, as últimas pesquisas antes das eleições davam como vitorioso o Sr. Kennedy Nunes, mas o vencedor foi o Sr. Udo Dohler. Então poderíamos dizer que as pesquisas estavam erradas. Claro que não, porque na pesquisa de boca de urna, com amostra (número de pessoas entrevistadas) de mesmo tamanho das anteriores, mostrou que o eleitorado tinha mudado de opinião ou, para não declarar que iriam votar no candidato derrotado, segundo as pesquisas, por isto mentiam dizendo que votariam no líder das pesquisas.

Este fato também serve para comprovar que pesquisas não influenciam nos resultados das eleições.

No próximo post vamos falar das ferramentas usadas pelos pesquisadores para reduzir as possibilidades de erros nas pesquisas.

Por J. M. Macedo,
Diretor de Planejamento e Pesquisa de Mercado

Voltar