12/08/2020 _Como Se Preparar Para a Black Friday?
Como Se Preparar Para a Black Friday?

A Black Friday é um dos eventos comerciais mais aguardados do ano. Em 2019, edição que já foi 25% maior que a de 2018, bateu recordes de vendas, faturando mais de 3 bilhões de reais. Mas com a pandemia mundial o cenário mudou e é necessário se adaptar. Já está mais do que na hora de planejar a estratégia para o dia 27 de novembro.

Mudanças na Black Friday

Não se sabe ao certo como as coisas vão estar daqui 3 meses, mas o que já pode ser observado é que as pessoas estão com certo receio de gastar dinheiro, por medo de se endividar em função da instabilidade econômica do momento. Ao mesmo tempo, podemos esperar uma demanda reprimida, já que o foco de consumo dos últimos meses foi em itens essenciais.

Eduardo Terra, presidente da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, diz que não vê crescimento de resultados para o varejo no segundo semestre, contudo espera que a Black Friday possa bater números ainda maiores que em 2019. A demanda reprimida, mencionada anteriormente, vai ter papel importante nisso. Além disso, muitos consumidores vão aproveitar os preços especiais para antecipar os presentes de Natal.

Outro fator com grande peso é a transformação digital que passou a andar com passos largos desde janeiro. Muitas empresas vão precisar adaptar seus sistemas para conseguir atender a demanda esperada e muitas empresas já estão tomando iniciativas para entrar no mundo digital.

Loja física ou e-commerce

Ainda é cedo para saber como as lojas físicas estarão operando, porém é possível prever que os atendimentos tenham horário reduzido, sem contar o controle de lotação máxima das salas. É preciso ficar atento às resoluções referentes ao assunto e ir adaptando as estratégias de acordo com o que for definido nos próximos meses.

De todo modo, a maior concentração de vendas é esperada no e-commerce. Mesmo que as lojas possam abrir normalmente, temos que levar em conta que muitos consumidores vão evitar sair de casa, tanto por segurança, quanto por comodidade. 

E é importante saber que o seu cliente da loja física, não necessariamente será seu cliente no e-commerce, pois o acesso a diferentes condições de pagamento, tempo de entrega e preço ficam apenas a um clique de distância. Por isso, é melhor se concentrar em atrair novos clientes e fidelizá-los do que tentar manter os mesmos clientes da loja física.

Planejamento

3 meses para planejar a atuação da sua empresa na Black Friday parece muito, mas não é. Inclusive, quem já iniciou o planejamento mais cedo está na vantagem. Por isso, não perca tempo e confira nossas dicas para arrasar na Black Friday.

Diferente de outras grandes datas comerciais, na Black Friday os consumidores tem apenas 24h para comprar, com exceção de campanhas como “Black November”, que oferecem preços reduzidos no mês inteiro. Apesar dessas ações, o mais esperado ainda são as ofertas do dia 27 de novembro, por isso é essencial que tudo esteja planejado da melhor forma possível para não ter problemas de execução no dia.

Estruturar uma boa campanha de divulgação, com os objetivos de cada etapa bem definidos e com a seleção dos canais mais adequados para o seu negócio, é o ponto inicial. Porque não adianta nada oferecer bons produtos e ofertas se seu público não ficar sabendo. Para isso, é interessante avaliar estratégias usadas em edições anteriores da Black Friday, para ver o que deu certo ou não, e também, olhar para o mercado e entender o que o consumidor está buscando.

O segundo ponto é a atenção na infraestrutura. Pensando no e-commerce, que tende a ser o foco desta edição, é preciso garantir que a plataforma do seu site suporte todo o tráfego gerado. Como é um evento muito curto, o senso de urgência vai ser grande. Uma falha de infraestrutura no check-out, por exemplo, pode facilmente fazer com que diversos clientes desistam de suas compras e busquem um site que funcione adequadamente.

Por último mas não menos importante: evite as más práticas. A “metade do dobro do preço” é uma fala frequente em épocas de Black Friday, pois muitas marcas elevam seus preços semanas antes ao evento para no dia oferecer os produtos nos preços antigos, como se tivesse algum desconto. Essa prática acaba com a credibilidade da marca. Crie promoções reais e que você possa cumprir, mas avalie com cuidado os percentuais de desconto oferecidos para não acabar no prejuízo. 

Aproveite a Black Friday

O consumidor brasileiro está preparado para encontrar as melhores ofertas e não tolera que a data seja usada de forma inadequada. Pensando nisso, planeje-se desde agora e aproveite a Black Friday como uma oportunidade para vender mais e fazer novos clientes.

E se você precisa de ajuda no seu planejamento, não deixe de entrar em contato com a gente por nossas redes sociais ou pelo WhatsApp (47) 99968-0971.

Voltar